Com a ausência das aulas presenciais em 2020, a dificuldade e a pressão para obter bons resultados aumentou entre os mais de 6 milhões de brasileiros que realizaram o exame

Além de muito requisitado e estimado por todos que desejam ingressar em uma boa universidade, o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) conta com 180 questões optativas e uma redação, o que o torna, sobretudo, uma avaliação trabalhosa, que exige muito de quem se submete a ele.

O processo pré-vestibular exige extrema dedicação do candidato, que na maioria das vezes se prepara durante o ano inteiro, o que torna o processo estressante e exaustivo.

Aulas particulares e aos finais de semana, cursos, estudos extras, revisões de diversos temas e conteúdo… tudo isso desafia não só a parte cognitiva do vestibulando, mas sua resistência psicológica e física.

É comum encontrar artigos e matérias falando sobre o período que antecedente à prova. Mas o grande dia chegou e ela foi finalizada, ufa! Aquele mix de sentimentos surge intensamente: alívio por tê-la realizado, ansiedade pelo resultado que está por vir, expectativas de obter boas notas, que tornarão um sonho possível…

E então, o que fazer agora? Quando aparentemente não há mais nada além do que esperar?!

O que muitos não sabem é que este é o momento de se atentar e praticar algumas táticas que serão imprescindíveis nesta fase, tais como:
– Desestressar a mente fazendo algo que goste durante os primeiros dias pós-prova;
– Não ficar tentando calcular os resultados das notas;
– Conhecer todos os processos seletivos que utilizam a nota do ENEM;
– Definir a universidade ideal;
– Escolher mais de uma opção de curso;
– Utilizar o tempo livre de forma proveitosa.

O período pós-vestibular não precisa e nem deve ser tenso como o pré-vestibular é, para a maioria das pessoas. É possível reverter o tempo ocioso em útil, se inteirando sobre as potenciais faculdades ou novidades do mundo acadêmico, praticando hobbies e outras
atividades prazerosas para o aluno. 

Mais importante do que todos os itens listados acima, colocar sempre a saúde mental em primeiro plano é essencial, não só nesta, mas em todas as fases da vida. O psicológico é um poderoso aliado no processo preparativo, pois, uma vez que ele está saudável, a mente é capaz de absorver e reter mais informações.

E lembre-se: nota de prova alguma tem o poder de definir uma pessoa ou sua capacidade!


Informações para a imprensa:

Aorta Comunicação – 12 3341-8920