Um ambiente escolar, profissionais e uma rotina de ensino que vai além e ultrapassa barreiras inimagináveis, até então.

 

É muito comum que dentro da sociedade ainda existam dúvidas sobre o que é, de fato, a educação regida por princípios, pois ela está relacionada a fatores que vão além do âmbito acadêmico.

Uma proposta pedagógica dirigida por princípios, faz com que o aluno amadureça em aspectos pessoais, que estão em processo de formação e que precisam, especialmente, ser lapidados nesta fase, como ideais, atitudes, valores e autoconhecimento. 

Muito mais do que tratar sobre crenças dentro da sala de aula, esta educação propõe aos alunos reflexões importantes, fazendo com que a escola se torne muito mais do que só um local onde os alunos adquirem conhecimento sobre as matérias fundamentais, mas também aprendam a questionar e obter as respostas necessárias para sua formação individual.

“Mas afinal, quais serão os princípios tratados?”

Conceitos como a integridade, caráter, vida em comunidade e respeito, são integrados e trabalhados diariamente na rotina escolar dentro desta metodologia, proporcionando momentos de debate e conclusão entre professores e estudantes, sobre estes e demais temas que envolvem o processo educativo dos alunos como seres humanos.

Ao longo de sua jornada acadêmica, os alunos são tratados individualmente, uma vez que os princípios vão sendo aplicados diariamente, eles se tornam mais próximos dos professores, que vão os conhecendo melhor.

E dos primeiros aos últimos anos, a forma de ensinar por princípios é aplicada e abordada com o mesmo cuidado, para que os alunos aprendam a cada ano sobre eles com excelência e ao saírem da instituição rumo à vida adulta, levem consigo a base e a bagagem positiva que obtiveram durante seu tempo de instrução.

Os alunos que vivenciam esta educação, diferente da convencional, se tornam adultos mais conscientes e íntegros, além de serem estruturalmente mais fortes em áreas como a psicológica, emocional e espiritual.

Optar por uma estratégia de ensino que se sobrepõem à tradicional, é investir em um futuro promissor e bem-sucedido, não só academicamente, mas como pessoas melhores, mais preparadas para os desafios da vida, mais seguras e convictas de seus valores e ideologias e que têm o bem como seu ponto de partida em suas escolhas e tomadas de decisões.