A prática de atividades junto à natureza dentro da rotina escolar traz benefícios significativos, não só físicos, mas mentais e até mesmo acadêmicos

Nos dias de hoje, além da tecnologia possibilitando o entretenimento virtual, o atual momento de pandemia em que estamos vivendo, faz com que os adultos e, consequentemente as crianças, deixem de viver momentos fora de casa.

E na escola não é diferente. As crianças têm tido grande tendência a desenvolver o sedentarismo e a preferir, principalmente, brincadeiras que não exijam esforços físicos.

Porém, mais do que só um ambiente diferente para praticar atividades, pesquisas realizadas com crianças em fase escolar comprovam que aquelas que brincam em contato com a natureza tendem a ser mais cooperativas e criativas, além de potencializar pontos importantes para uma infância saudável.

Além de colaborar para o bem-estar integral das crianças, o hábito de gastar energia ao ar livre pode, por exemplo, estimular a curiosidade, aumentar a imunidade e capacidade física, melhorar a qualidade do sono e a sociabilidade, tornando-as mais seguras para interagir.

Com as atividades ao ar livre, quanto mais as crianças movimentam os músculos dos braços e pernas, mais estimulam o cérebro a desenvolver habilidades como organização espacial e equilíbrio, que estão em fase de desenvolvimento e serão muito importantes no futuro.

E é claro que tudo isso reflete no rendimento escolar, uma vez que brincar ao ar livre tem um impacto único na evolução da criança como um todo e por estarem expostas a momentos fora da rotina comum de livros e atividades que exijam somente esforço mental.

Seus efeitos positivos englobam, em especial, aprimoramento de diversas capacidades, como física e cognitiva e pode ainda:
– Melhorar momentos de concentração;
– Estimular todos os sentidos da criança;
– Desenvolver resiliência e competência;
– Despertar o senso de valorização da natureza.

Para uma infância feliz e um desenvolvimento integral saudável, as crianças dependem também de ar puro, terra e grama.

Cristina Alves dos Santos Souza
Coordenadora Pedagógica – Educação Infantil e Anos Iniciais