Suas vantagens incluem aspectos comportamentais que são capazes de melhorar o desempenho dentro e fora da sala de aula

Que o desenvolvimento de uma pessoa não depende só de seu aprendizado cognitivo não é novidade para ninguém, certo? Pois, ele acontece através da união de vários fatores que, juntos, se complementam. 

Com esse fato em mente, é possível entender que a necessidade das atividades extracurriculares na rotina escolar é fundamental, para que a educação formal dos alunos seja completa desde seus primeiros.

Para nós, o começo da vida escolar das crianças é uma fase essencial para que as áreas espiritual, física, cognitiva e emocional sejam construídas com uma base concreta, sirvam de sólido alicerce e estímulo ao passar dos anos, favorecendo as práticas de atividades ao ar livre

A combinação das atividades extras, como: inglês, teatro, arte, judô, contação de história, robótica, dança e educação física, aliadas a professores especializados são reforços poderosos na formação infantil, ressaltando os avanços, que são percebidos no dia a dia dos nossos alunos.

Elas atuam estimulando o autoconhecimento nas crianças, também, no processo de interação e conhecimento da natureza e da sociedade, bem como proporciona bem-estar e experiências significativas a elas. 

Os benefícios não param por aí. Separamos cinco, dentre os diversos pontos positivos, que as atividades extracurriculares proporcionam na infância:  

  • Melhora o rendimento dentro da sala de aula, tais como foco e concentração;
  • Auxilia no desenvolvimento de habilidades relacionais e afetivas;
  • Estimula a disciplina e o respeito;
  • Promove um ambiente saudável para os alunos;
  • Potencializa habilidades relacionais e afetivas.

Incentivar as crianças a terem prazer pelo hábito frequente da prática dessas atividades irá refletir positivamente em seu comportamento e evolução durante seu crescimento, que se transformará mais saudável e ativo.